MÁGOA



Queria colocar para fora, esse sentimento cruel, que maltrata a alma, que maltrata o corpo, que maltrata o coração, e que destrói a mente sã.

Falar sobre a mágoa é algo tão complexo, tão amplo e, ao mesmo tempo, tão único. Cada pessoa reage de uma maneira ao se sentir magoado, mas acredito que a primeira reação de qualquer pessoa, sem exceção, é a raiva,...

A raiva, essa explosão de sentimento momentânea, com o tempo se acomoda e se transforma em mágoa, nos corroendo pouco a pouco e nos transformando em vítimas de nossos desilusões.

Uma única palavra pode desmoronar algo que parecia sólido, quando dita por alguém a quem nos dedicamos inteiramente, doando nosso tempo, nosso carinho, bem querer e amor... quando dita por quem esperávamos ser especial, único, perfeito e "protetor"... mas que se torna não o comum, mas o desumano ao nos lançar na ilha dos magoados...

É exatamente assim que a magoa se aloja em nós, como se nos isolássemos em uma ilha deserta e rodeada de águas de lagrimas de nossa alma machucada e, agora, infeliz.

A mágoa é proporcional ao sentimento que temos, podemos nos magoar 1000 vezes, com 1000 pessoas durante nossa vida, mas a mágoa perpetua é a que fere e não se dissipa no tempo, a que não esquecemos, a que cresce dentro de nós e nos transforma em folhas secas de uma árvore morta... não nos permitindo mais, deixando de florescer!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COISAS DO DESTINO

ESSA DOR QUE NÃO PASSA...

HOMENS DE BARBA POR FAZER