quarta-feira, 23 de setembro de 2009

AMOR ESCONDIDO


Um Passado...

Uma menina, um desejo, um sentimento escondido, uma ausência, um bater forte de coração, mãos tremulas, uma voz rouca, um olhar tímido, um sorriso, uma música. Um menino lindo, o mais, o melhor, o tudo de bom..., um ciúme, uma vergonha, um erro, um suspiro,... A palavra nunca dita, o beijo nunca dado, ... O primeiro amor, o amor que não aconteceu, a primeira lágrima..., Um desencontro, uma perda...

Um Presente...

Uma mulher, uma descoberta, um reencontro, um sentimento, um desejo, uma conquista. Um lindo homem... Uma palavra, vários sorrisos, um encantamento, uma esperança, uma loucura, um medo, uma dúvida, um talvez, uma caminhada, uma espera..., dois corações.
“Quando se tem um amor escondido
Querendo aflorar
É se guardar um rio perdido
Que não encontra o mar
Mas brilha tanto cada sorriso
E brilha mais que o olhar
Quando o desejo é claro e preciso
Quem pode ocultar....”
(Fagner)

terça-feira, 15 de setembro de 2009

BOBAGENS NECESSÁRIAS


Na semana passada postei um texto aqui no blog que não gostei e decidi retirar.

Quando reli o que tinha escrito pensei: "Por que escrevi essa bobagem? Que ridícula que sou!!"

Esse meu pensamento me fez refletir como as bobagens são necessárias na vida, e quantas bobagens fazemos ao longo de nosso dia, sem nem ao menos perceber. Afinal, o que seria a nossa vida se só existissem os momentos de stress, trabalho, preocupação, etc, etc, etc?

Falar e fazer bobagens é essencial para se levar uma vida mais leve. Somente os carrancudos e infelizes acham que temos que levar tudo à sério demais o tempo todo.

A melhor fase da vida é aquela em que não nos preocupamos com nada, onde os nossos medos são bobos e cada erro pode ser perdoado pela imaturidade. A melhor fase da vida é a infância, a época das grandes bobagens.

É nosso dever, mesmo sendo adultos, não deixar morrer a criança que vive em cada um de nós. Só assim faremos os nossos dias mais felizes nesse mundo de doidos.

Fiz uma lista com 50 Bobagens Necessárias na minha vida e coloco aqui para vocês descobrirem o quanto adoro ser boba (em alguns momentos, claro!) e o quanto sou FELIZ por fazer essas grandes bobagens.
  1. Rir de mim mesma
  2. Dar uma boa gargalhada
  3. Ter crises de risos ao me lembrar de algo engraçado (sozinha e geralmente quando não devo)
  4. Desejar o supérfluo
  5. Conversar sobre novela, big brother ou algo do gênero
  6. Ler que Paulinho Vilhena estava na praia com a namorada (e daí?!!)
  7. Ver a foto das celulites da Juliana Paes
  8. Ficar em casa para assistir o último capítulo de Caminhos das Índias, não gostar do final e não acreditar que deixou de sair por causa disso.
  9. Achar a nova novela das 20h da Rede Globo uma boa droga e assistir mesmo assim.
  10. Desejar o Raj...rs
  11. Cantar sem querer as músicas idiotas do Latino, sem nem saber que sabia a letra
  12. Comer tudo aquilo que faz mal pacas, mas que também é gostoso PCT.
  13. Discutir futebol
  14. Ler estória em quadrinhos
  15. Dançar, dançar, dançar...
  16. Deitar no chão
  17. Tirar um bando de fotos e colocar no Orkut
  18. Sorrir apenas no momento do click
  19. Falar uma grande besteira sem pensar
  20. Comprar roupas tendo o armário cheio de outras que nem usei ainda
  21. Chupar bala
  22. Ficar o dia inteiro de preguiça
  23. Ter crises de mau humor na TPM
  24. Viajar com amigos e jogar um jogo de criança e ainda assim achar o máximo, só pelo prazer de voltar a ser criança por um dia
  25. Andar de montanha russa
  26. Ver um filme banal, sem muita profundidade
  27. Chorar vendo um filme romântico
  28. Sonhar acordada
  29. Comer algodão doce
  30. Comparar Todynho em caixinha, mesmo sabendo que saí mais caro
  31. Mandar um torpedo para alguém e se achar uma imbecil no momento seguinte
  32. Ficar de papo horas no MSN com alguém totalmente virtual
  33. Usar aquelas carinhas no MSN (que atrapalham pacas a leitura)
  34. Andar descalça
  35. Comer pipoca sozinha, sem dividir com ninguém.
  36. Contar os azulejos do banheiro e nunca decorar a quantidade (será que isso é normal?!! rs)
  37. Ler todos os dias os mesmos Outdoors do caminho de casa ao trabalho e vice-versa
  38. Ficar horas no telefone falando abobrinhas e só se dar conta disso quando chega a conta pra pagar
  39. Comentar quando acaba aquela propaganda ridícula e ficar com raiva do anunciante (como se adiantasse algo)
  40. Ir pelo menos uma vez na vida a uma Festa Ploc, cantar todas as músicas e ficar emocionada com a música do He-Man
  41. Descer as escadas correndo (uma das minhas prediletas!!)
  42. Adorar o tênis All Star
  43. Ir no casamento da amiga e lutar por aquele buquê que não serve absolutamente para nada (peguei uns 6 e continuo solteira...rs)
  44. Falar mal dos homens e adorá-los mesmo assim
  45. Cutucar uma amiga quando vê um espetáculo de homem passar
  46. Gritar quando vejo uma barata voadora e morrer de medo delas
  47. Adorar filmes infantis e se identificar com a Dori do filme Procurando Nemo
  48. Comer brigadeiro na panela (amooooo)
  49. Lamber a lata de leite-moça (amoooo 2)
  50. Dizer um grande palavrão...

O pior é que existem pessoas tão mal humoradas que não conseguem viver essas bobagens necessárias, não é mesmo?

E você, qual a sua ou as suas bobagens necessárias. Conta aí, vai!!!

Ou você faz parte do "Clube dos Mal-Humorados”?

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

QUEM DE NÓS DOIS

video
Uma vez tocaram essa música para mim e nunca mais consegui escutá-la sem me lembrar daquele momento. Às vezes a gente nem imagina o quanto somos capazes de despertar o amor em outra pessoa, de uma maneira tão bonita. Se eu errei com alguém, talvez tenha sido com essa pessoa. Infelizmente a gente não escolhe quem amar...

Foram mais de 10 anos de encontros e desencontros. Quando me sentia carente, estava ele ali me esperando para dar colo. Até que um dia ele não estava mais lá...

Em dias como o de hoje para mim, quando colocamos a nossa vida em uma balança; quando analisamos nossos atos, erros, acertos,...; quando resolvemos pedir algumas desculpas por enganos ou desenganos; quando nos vemos com medo de assumir algo em nossas vidas; quando não sabemos qual direção tomar; quando o coração aponta um lado e a razão o outro; quando os “problemas da vida” insistem em aparecer; quando um passado bate a nossa porta; quando...; quando...; quando..., a gente costuma precisar novamente desse colo.

Nem sei porque escrevi essa bobagem, acho que estou de TPM!!

Acho que estou...

"(...) Quem de nós dois

Vai dizer que é impossível

O amor acontecer...

Se eu disser

Que já nem sinto nada

Que a estrada sem você

É mais segura (...)"