sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

APENAS UM TOQUE...


Sabe...
... quando você quer falar e ninguém te ouve?
... quando você quer gritar e ninguém te escuta?

Estou me sentindo assim, simplesmente, ASSIM!

Minhas palavras não são compreendidas,
Meus "gritos" não são ouvidos...
Estou esquecida...
Todos me vêem, mas ninguém me enxerga.

Me sinto...
SOZINHA em meio a uma multidão que me vê, mas que não me SENTE.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

LÁGRIMA DE UM CORAÇÃO TORTO



AMO VOCÊ.!!


DE QUE MANEIRA EU AINDA NÃO SEI...


SÓ SEI QUE AMO SEU JEITO SEM JEITO QUE COMPLETA O MEU JEITO, TAMBÉM, DESASTRADO DE AMAR.









"Não adianta fugir


Nem mentir


Pra si mesmo agora


Há tanta vida lá fora


Aqui dentro sempre


Como uma onda no mar" (Lulu Santos)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

O QUE ESPERAR?



Algumas vezes na nossa vida nos vemos esperando algo ou alguma coisa de um amigo, irmão, namorado, amor... e, nem sempre “ele” age de acordo com as nossas expectativas, ocasionando brigas, rompimentos, decepções e magoas; quando acredito que deveria apenas ocasionar um aprendizado, um conhecimento maior de nós e das pessoas que nos cercam.

Quantas histórias conhecemos de traições?

Quantas vezes escutamos alguém se lamentando sobre o comportamento de outrem?

Quantas vezes vimos lágrimas nos olhos de outra pessoa ou de nós mesmos por esperar algo mais e nos frustramos por isso?

Quantas vezes esperamos algo de alguém e esse alguém não pode ou não quer nos dar esse algo?

Quantas vezes, quantas vezes...?

Então, eu proponho um desafio: Que tal não esperarmos mais nada? Sei que é difícil, mas que tal tentar?

Eu estou tentando... Um dia, quem sabe, eu consigo...


"Eu apenas queria que você soubesse...Que aquela alegria ainda está comigo...E que a minha ternura não ficou na estrada...Não ficou no tempo presa na poeira...

Eu apenas queria que você soubesse...Que esta menina hoje é uma mulher...E que esta mulher é uma menina...Que colheu seu fruto flor do seu carinho...

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta...Que hoje eu me gosto muito mais...Porque me entendo muito mais também...

E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora...É se respeitar na sua força e fé...E se olhar bem fundo até o dedão do pé...

Eu apenas queira que você soubesse...Que essa criança brinca nesta roda...E não teme o corte de novas feridas...Pois tem a saúde que aprendeu com a vida..."
(Gonzaguinha)